Pré-carregamento

Foi de “Americanas”

Foi de “Americanas”

Como fechamento de lojas físicas, como a Saraiva, impulsiona a transição para compras online.

Se você é uma pessoa ligada em livros, é bem possível que já tenha passado por uma loja Saraiva.

A Saraiva foi fundada em 1914 em São Paulo, inicialmente com foco em livros jurídicos. Somente por volta de 1970, a empresa expandiu-se para diversos locais, especialmente shopping centers.

Por muito tempo, a Saraiva foi um dos principais espaços para quem gosta de livros e outras mídias, uma vez que oferecia também DVDs e Blu-Rays, quadrinhos encadernados e materiais acadêmicos.

Ou seja, era um local para quem prezava muito pelo toque da mídia física: pense no cheiro dos livros recém saído das caixas, no folhear das páginas, de passar das mãos pela capa, entre outras sensações.

Havia muito uma questão de preciosidade dessas mídias, que era muito especial para leitores e colecionadores que prezam por esses detalhes.

Mas é claro que com esse requinte, os preços também se mostravam um pouco elevados. Especialmente em comparação com lojas online que vendiam os mesmos produtos por preços muito mais acessíveis, como a Amazon.

A decadência financeira da loja começou em 2014, em meio à crise que o país enfrentava, e em 2018 ela entrou em recuperação judicial. As tentativas de renegociar suas dívidas não foram bem-sucedidas, e a marca fechou todas as suas lojas físicas em setembro de 2023, optando por focar apenas no e-commerce. Na sequência, a Saraiva decretou falência, encerrando todos os seus negócios.

Pode-se especular que a pandemia também teve um papel importante nessa decisão, uma vez que a loja já enfrentava dificuldades desde 2014. Com a chegada da pandemia em 2020, as lojas físicas ficaram restritas, o que acabou sendo o golpe final.

Nesse momento, as lojas de e-commerce como a Amazon, Shopee, Shein e outras ganharam muita força, pois as compras podem ser feitas remotamente, e basta aguardar a entrega para desfrutá-las.

É um modelo muito mais simples e conveniente, mas, de certa forma, perde-se muito daquela preciosidade de detalhes e experiência de uma loja de livros clássica.

Muitas lojas brasileiras não conseguiram sobreviver aos anos de crise em adição com a pandemia global, ainda mais com uma forte competição estrangeira. O que acaba ficando é a memória desses espaços físicos, que são retomados por outras lojas. 

Mas e você, tem boas lembranças das lojas físicas da Saraiva?

Revival de Séries: os 20 anos de Shrek 2
Postou 29 maio 2024

Revival de Séries: os 20 anos de Shrek 2

Você se lembra do ano de 2004? Era uma época mais simples.  Mark Zuckerberg recém fundava o Facebook, Lost estreava na TV e enchia os fóruns de teorias e Hey Ya do Outkast tocava infinitamente na rádio e nos canais de música. Também foi o ano que lançou uma das sequências mais...

LEIA MAIS
A onda de debranding nos logotipos de grandes marcas
Postou 29 maio 2024

A onda de debranding nos logotipos de grandes marcas

Queremos algo mais clean, minimalista… Essa frase já se tornou uma espécie de piada para quem trabalha com design, mas não é difícil entender o porquê de ser tão usada nos últimos anos. Tendências de design vem e vão (e voltam) durante as décadas, seja os tons pastel e neon dos anos 1990...

LEIA MAIS
Fique por dentro!
Receba nossas últimas novidades por email.
Fique por dentro!
Receba nossas últimas novidades por email.
Você está inscrito!
Obrigado.
Obrigado.
Você está inscrito!
Envie isso para um amigo