Pré-carregamento

Como o Spotify lucra e ajuda os criadores?

O Problema de oversharing na internet.

O Spotify é o streaming de músicas mais popular do mundo, e é utilizado pela maioria das pessoas.

Mas como eles lucram e como podem ajudar os artistas?

Bem, a resposta varia em muitos fatores.

O Spotify gratuito consegue dinheiro por meio de anúncios e publicidades, já o Spotify Premium fatura com as assinaturas dos seus planos.

Primeiro, vale ressaltar que a relação entre o consumidor e artista mudou muito durante os anos. Antigamente, os artistas ganhavam dinheiro por meio da venda de CDs e LPs, divulgação nas rádios e videoclipes em canais de música, e por meio de shows ao vivo.

Como funciona?

Hoje em dia, apesar desses formatos ainda existirem, o streaming e o YouTube se tornaram os principais modos de divulgação de um artista musical (o TikTok para alguns também).

Os valores dessas mídias costumavam ser bem mais altos que os valores pagos pelos streamings de música. 

Mas quanto os artistas ganham pelos plays que suas músicas recebem?

Não é muito, o lucro depende muito de vários fatores (como quanto tempo a música é tocada, se é interrompida na metade).

Eles recebem royalties pela quantidade de vezes que sua música é tocada. 

Desde 2018, o valor oficial pago pelo Spotify é de US$ 0,00397 por reprodução. Sendo assim, digamos que a cada 1.000 reproduções, o valor repassado para a gravadora seria  de aproximadamente US$ 3,97. 

Ou seja, se um artista já famoso consegue milhões de reproduções do seu último hit, ele terá um bom lucro, mesmo que não seja tanto quanto ele deseja. Já um artista independente com cerca de 10.000 reproduções vai receber bem pouco.

Tem uma questão de partilhamento nisso também, os valores podem ser divididos em várias partes (gravadora, produtor, artista, colaborador).

O verdadeiro poder do Spotify

O cenário musical não muda muito nessa questão, a hierarquia continua firme e forte, mas o que muda certamente é o poder de divulgação.

Hoje em dia, é mais fácil divulgar a sua arte por meio do streaming, com ajuda de uma base de fãs fiéis que pode crescer a cada dia e com a “benção” do algoritmo, um artista pequeno tem muita mais chance de crescer rapidamente.

Antigamente, a trajetória de um artista poderia ser muito mais longa, ao ter que gravar demos e tocar vários shows para ser notado por alguma gravadora, que iria aumentar (ou não) o seu alcance.

Vários artistas famosos reclamaram do lucro pequeno que o Spotify providencia, mas ninguém pode negar a sua força como plataforma de divulgação.

As melhores campanhas de Dia das Mães para você se inspirar!
Postou 6 maio 2024

As melhores campanhas de Dia das Mães para você se inspirar!

O conteúdo do Dia das Mães pode ser muito igual e genérico, espera-se que o amor de mãe seja tão grande que qualquer coisa acaba sendo aceita. Mas não é bem assim! Acreditamos que as mães do mundo todo merecem muito mais carinho e criatividade, apenas um bombom e um abraço não é o...

LEIA MAIS
Meta – Copia, só não faz igual
Postou 6 maio 2024

Meta – Copia, só não faz igual

Recentemente o Meta anunciou a possibilidade de colocar carrosséis nos reels do Instagram, uma função já disponível no TikTok. Como diria a expressão: “Quem não tem cão, caça com gato”. Isso se aplica muito bem no modo como o Meta (Facebook/Instagram) age com outras plataformas...

LEIA MAIS
Fique por dentro!
Receba nossas últimas novidades por email.
Fique por dentro!
Receba nossas últimas novidades por email.
Você está inscrito!
Obrigado.
Obrigado.
Você está inscrito!
Envie isso para um amigo