Pré-carregamento

O K-pop sob a ótica da Publicidade

O K-pop sob a ótica da Publicidade

“Hey, you wanna come in?”  É com as palavras de Felix na música Back Door do Stray Kids, que eu convido você para conhecer o universo do K-pop, caso ainda não esteja nele. 

Nossa viagem cultural começa lá na Coreia do Sul de 1990, quando o país passava por uma crise financeira. Para promover um resgaste à identidade nacional e também impulsionar o turismo, o governo resolveu investir pesado na cultura local. 

Como resultado, surgiu o K-pop, um gênero musical que combina elementos do pop, hip-hop, R&B, EDM, rock e também música tradicional coreana. Essa mistura de gêneros, aliada à dedicação dos artistas, foi o tempero especial que fez o gênero não só conquistar os coreanos, mas como o mundo todo. 

O resgate à identidade nacional ficou conhecido como Hallyu, a Onda Coreana. Ele está presente também no cinema, moda, gastronomia, seriados e muitas outras formas de entretenimento. 

O ingrediente especial

O K-pop sob a ótica da Publicidade
“Apenas continuamos fazendo novas coisas, porque somos únicos. Ninguém pode nos copiar, nosso próprio jogo” – God’s Menu – Stray Kids.

A música God’s Menu do Stray Kids é uma ótima forma de traduzir o que é o K-pop. Como uma metáfora à culinária, o grupo expressa a sua habilidade em criar e servir um som inovador e único. 

E é essa a essência, o tempero especial do K-pop! Eles não têm medo de misturar, sonoridades, inovar e explorar novos ritmos para criar o seu menu dos deuses. 

Traçando um paralelo com a publicidade, é por meio da mistura de referências, que se cria algo único e inovador. Abrir a mente para novas ideias e caminhos é o que pode fazer uma campanha ou uma marca se destacar. 

Para abrir esses novos caminhos, a indústria do K-pop criou o seu próprio jogo. Na Coreia, os grupos são formados por agências de entretenimento que selecionam cuidadosamente os membros por meio de audições e treinam eles por anos antes de debutarem. 

Os chamados trainees passam por diversos tipos de treinamento como aulas de canto, dança e idiomas. Tudo para executarem com maestria todas as suas habilidades. Dentro de um grupo, existem algumas posições pré-estabelecidas, como: líderes, vocais, rappers, dançarinos, visuais, etc. 

As posições nem sempre são fixas e podem variar conforme a evolução do grupo. Além disso, vale destacar, que mesmo com a interferência das agências, ainda existem grupos que compõem e produzem suas próprias músicas, como o próprio Stray Kids, BTS, Seventeen e (G)I-dle. 

Com isso, o K-pop mostra que é por meio da união de habilidades e particularidades de cada idol que nasce um grande grupo. Assim como na publicidade, que para a criação de uma campanha, é preciso do atendimento, planejamento, redatores, designs, diretores de arte, etc. 

O instigante storytelling 

Além das músicas e coreografias que cativam o público, outro espetáculo à parte são os comebacks no K-pop, que acontecem quando um grupo lança, geralmente depois de um período de “pausa”, um single e/ou um álbum novo.

Esses lançamentos vêm geralmente acompanhados de MVs, os famosos videoclipes. Com grandes produções, os MVs carregam conceitos e histórias diferenciadas que instigam o público a criar teorias e também copiar as coreografias e a estética.

Com a criação de conceitos a cada comeback, os grupos têm a possibilidade de se reinventar, explorando novos gêneros e estilos tanto na estética quanto na sonoridade. 

Os comebacks são eventos muito aguardados pelos fãs e pela indústria da música em geral, pois representam uma oportunidade para os grupos mostrarem seu crescimento e evolução artística.

Portanto, muito mais do que apenas um lançamento musical – são um espetáculo completo, que envolve produções visuais e sonoras incríveis, além de uma grande estratégia de marketing por parte das agências e dos próprios fãs, que ajudam a divulgar e promover o lançamento em todo o mundo.

Assista ao MV de Maniac do Stray Kids para ter um gostinho de como é um comeback: 

O que a publicidade pode aprender com o K-pop

O sucesso do K-pop é inegável, e uma das razões para isso é a sua capacidade de se reinventar constantemente, criando novos conceitos e estilos. A indústria publicitária pode se inspirar nessa mentalidade para inovar e crescer, sem medo de explorar novas perspectivas. 

Assim como no K-pop, a publicidade precisa estar sempre atenta às tendências e inovações do mercado, e estar disposta a experimentar novas abordagens. Isso pode incluir a adoção de novas tecnologias, como a realidade aumentada e a inteligência artificial, ou a criação de campanhas publicitárias com uma narrativa mais complexa e envolvente.

Com o uso de técnicas como o storytelling e o design gráfico, é possível criar projetos que sejam verdadeiras obras de arte e que geram engajamento e interação com o público. Como um verdadeiro comeback, recheado de enredos, conceitos e reinvenções. 

Três segundos e o produto dos seus sonhos
Postou 25 junho 2024

Três segundos e o produto dos seus sonhos

Quem frequenta o TikTok já deve ter visto um vídeo ao menos de uma empresa chinesa vendendo todo tipo de bugiganga. Eles fazem parecer que um pequeno apartamento vira uma cápsula de nave espacial de 2340. E o melhor: ainda vem com historinha! @minigoods5 #minigoods #fyp #yiwuminigoods...

LEIA MAIS
Go hardcore, or go home
Postou 12 junho 2024

Go hardcore, or go home

A biografia de Musk é imprescindível “The Man Who Followed Elon Musk Everywhere” é uma entrevista com Walter Isaacson, autor da biografia do empreendedor, conduzida pelo canal “The Diary Of A CEO” que aborda diversos aspectos da vida e carreira de Elon Musk. Mesmo autor da...

LEIA MAIS
Fique por dentro!
Receba nossas últimas novidades por email.
Fique por dentro!
Receba nossas últimas novidades por email.
Você está inscrito!
Obrigado.
Obrigado.
Você está inscrito!
Envie isso para um amigo